Servas completa missão de levar ações e projetos para todas as regiões do estado de Minas Gerais

28 de maio de 2018

 

Conhecer a realidade das instituições socioassistenciais de todo o estado de Minas Gerais, dialogar com a população do interior e atender as demandas das entidades. Com esses objetivos, o Servas, com sua caravana, cumpriu parte de sua missão em 2018. Esteve em Formiga, na sexta-feira passada, 25/5, e em Patos de Minas, no último dia 16/5, para levar dignidade e promover cidadania para a população do centro-oeste mineiro.

Com a ida a Formiga, o Servas completou o planejamento de conhecer a realidade de todas as regiões. Ações que já são desenvolvidas em Belo Horizonte e Região Metropolitana foram levadas para o Jequitinhonha, Vale do Mucuri, Vale do Rio Doce, Norte e Noroeste e Sul de Minas, Triângulo e Alto Paranaíba.

A presidente do Servas, Carolina Pimentel, fez doações para 27 instituições socioassistenciais de 20 municípios da região, incluindo Formiga. Foram doadas geladeiras, cadeiras de roda e banho e lâmpadas de led. A caravana também levou para a cidade o Carinho de Mãe, curso para gestantes em vulnerabilidade social. As palestras foram realizadas por voluntários da Polícia Militar, especialistas em saúde da gestante e do bebê voluntários.

O Carinho de Mãe, que pode virar política pública de acordo com Carolina Pimentel, aconteceu na Associação Mão Amiga, que também recebeu doação de fraldas descartáveis do projeto Chá de Fraldas, desenvolvido em parceria com a Drogaria Aráujo.

Quando assumiu a gestão do Servas, em 2015, Carolina Pimentel planejou regionalizar as ações do Servas e também desenvolver projetos que complementassem as políticas públicas. “O objetivo era ampliar as ações para o interior do estado e desenvolver projetos que pudessem ajudar a transformar a vida das pessoas que mais precisam. Com a Caravana Servas tornamos isso possível.”

Carolina também reforçou a importância das doações. “Recebemos críticas desde a nossa primeira caravana. Diziam que estávamos fazendo pequenas doações, mas sabemos o que isso representa para as instituições porque estamos, justamente, indo até elas para conhecer suas demandas. E sabemos que as doações representam muito.”

Gislene Assunção, psicóloga do Asilo Lar Pousada dos Bertos, de acolhimento a idosos na região de Formiga, confirma o que diz Carolina. “Essa doação é muito importante e significativa para nós, uma vez que vem nos ajudar a superar as dificuldades que o nosso lar vem passando, é muito positiva e só temos a agradecer o Servas por tudo isso que tem feito pelas instituições do interior do estado.”

Todas as doações do Servas são viabilizadas por parcerias com agentes da sociedade civil e setor privado.