Servas é o responsável pelas demandas assistenciais do desastre de Brumadinho

28 de janeiro de 2019

Em reunião na tarde desta segunda-feira (28), ficou definido pela Defesa Civil Estadual e demais órgãos oficiais, que toda a arrecadação de donativos e recrutamento de voluntariado para Brumadinho, quando houver necessidade, será de responsabilidade do Servas. Tal medida visa centralizar esforços e evitar sobrecarga de doações e pessoas no local.

“Nossa equipe está monitorando de perto os donativos arrecadados e a necessidade de voluntariado. Brumadinho é a prioridade do Servas, nesse momento e todas as nossas forças estão voltadas para acolher as famílias e os atingidos”, afirma Alexia Paiva.

O Servas está na linha de frente de atenção às famílias e pessoas atingidas. Em consonância com sua missão, a instituição trabalha junto aos órgãos oficiais como Governo do Estado de Minas Gerais, Defesa Civil Estadual, Corpo de Bombeiros, Polícias Militar e Civil e organizações civis para atenuar os efeitos dessa tragédia e acolher a população do local. A presidente do Servas, Alexia Paiva, esteve em Brumadinho junto ao gabinete de crise e nossos diretores participam ativamente das estratégias de atendimento aos moradores da região.

Campanhas de arrecadações e voluntariado somente serão realizadas a partir de demanda. Reiteramos ainda que as doações de alimentos, rações, remédios, águas, roupas, itens de limpeza e higiene pessoal arrecadadas para as famílias e animais são suficientes até o momento, assim como a necessidade de voluntários.

Os canais do Servas são fontes oficiais de informação. Atualizações diárias em:
Site: http://www.servas.org.br/
Facebook: https://www.facebook.com/ServasMG/
Twitter: https://twitter.com/ServasMG
Instagram: https://www.instagram.com/servas_oficial/

Fotografia: Divulgação Servas
Da esquerda para a direita: Coronel Borges, chefe do Gabinete Militar do Governador; Coronel Golan Vach, chefe das tropas israelenses; Paulo Brant, vice-governador e Alexia Paiva, presidente do Servas.