Servas lança Chá de Fraldas online para beneficiar bebês e crianças de abrigos institucionais

28 de outubro de 2016

Se toda criança tem direitos e merece ser bem cuidada e receber carinho, imagine como vivem os pequenos que, em situação de extrema vulnerabilidade, tiveram de ser afastados dos pais por terem sofrido violência familiar, abuso sexual, ficado órfãos ou passam por grandes dificuldades sociais e econômicas. Esta é a realidade de crianças de zero a seis anos que são encaminhadas a abrigos institucionais de Belo Horizonte e diversas regiões do Estado, onde permanecem à espera de adoção ou até que a família volte a ter condição de cuidar delas.

“Para atenuar o sofrimento das crianças que, para sua própria segurança, precisam ser retiradas de perto da família que deveria protegê-las, lançamos, no dia 28 de outubro, para marcar o encerramento da comemoração do mês das crianças, a campanha Chá de Fraldas Servas, em parceria com a Drogaria Araújo”, explica a presidente do Servas, Carolina Oliveira Pimentel, que desde a maternidade tem o olhar cada vez mais atento às necessidades de gestantes e crianças em situação de vulnerabilidade social. Desde o início de 2015, o Servas já promoveu quatro cursos que ensinam os cuidados básicos com a mãe e o bebê. Para complementar essa proposta e, desta vez, atender crianças de zero a seis anos, a instituição lança, agora, o Chá de Fraldas Servas.

A iniciativa vem fazer frente à enorme demanda de creches e abrigos institucionais que chega diariamente ao Servas.Isso porque, sozinhos, os abrigos não têm recursos para oferecer artigos de necessidade básica como fraldas, roupinhas, pomadas, sabonetes, mamadeiras, leite e alimentos específicos, como suplementos nutricionais dos quais crianças desnutridas precisam para ter uma alimentação completa.

“São bebês e criancinhas que chegam aos abrigos em situação de extrema fragilidade em função de um histórico de violação de seus direitos básicos”, explica Cristina Aires, diretora de assistência social do Servas. Segundo ela, é importante lembrar que as crianças abrigadas não estão simplesmente longe de casa. Foram acolhidas por meio de medidas judiciais provisórias, na maioria das vezes sem qualquer estrutura familiar.

Numa realidade muito diferente dos pequenos que vão para a escolinha e carregam na mochila algumas mudas de vestuário, brinquedos e alimentos, as que chegam aos abrigos estão apenas com a roupa do corpo. Para ajudá-las, basta entrar no site da Drogaria Araújo, procurar a página Chá de Bebê e, ao final dela, clicar no banner do Servas. Ali é possível escolher os produtos que deseja doar numa lista similar às dos chás de bebê convencionais, porém reduzida a itens básicos. Todas as doações serão distribuídas em creches e instituições de assistência a crianças em situação de vulnerabilidade social e sob medidas protetivas da Vara da Infância e Juventude em Belo Horizonte e interior de Minas Gerais.

Você é convidada (o) para esta ação do bem. Basta clicar aqui e fazer sua doação.